quarta-feira, 31 de outubro de 2012

ANTIGAMENTE, ERA ASSIM...


Se a moda pega

SENTENÇA JUDICIAL EM 1833

VILA DE SÀO SEPÉ - RIO PARDO , RS.

O adjunto de promotor público, representando contra o chirú Manoel Duda, porque no dia 11 do mês na Província de S. Pedro,

quando a mulher do Xico Bento ia para a fonte, já perto dela, o supracitado chirú que estava em uma moita de mato, sahiu della

de supetão e fez proposta a dita mulher, por quem queria para coisa que não se pode trazer a lume, e como ella se recuzasse, o

dito índio abrafolou-se dela, deitou-a no chão, deixando as encomendas della de fora e ao Deus dará. Elle não conseguiu matrimonio

porque ella gritou e veio em amparo della Nocreto Correia Pires e Juvenal Alves Barbosa, que prenderam o cujo em flagrante.

Dizem as leises que duas testemunhas que assistam a qualquer naufrágio do sucesso faz prova.

CONSIDERO:

QUE o malacara Manoel Duda agrediu a mulher de Xico Bento para conxambrar com ela e fazer chumbregâncias,

coisas que só marido della competia conxambrar, porque casados pelo regime da Santa Igreja Cathólica Romana;

QUE o dito Manoel Duda é um suplicante deboxado que nunca soube respeitar as famílias de suas vizinhas, tanto que quiz também

fazer conxambranas com a Quitéria e Tininha, moças donzellas;

QUE Manoel Duda é um perverso perigoso e que não tiver uma cousa que atenue a perigança dele, amanhan está metendo medo

até em homens.

CONDENO: O desviado do bons costume Manoel Duda, pelo malifício que fez à mulher do Xico Bento, a ser CAPADO, capadura

que deverá ser feita a MACETE. A execução desta peça deverá ser feita na cadeia desta Villa. Nomeio carrasco o carcereiro.

Cumpra-se e apregue-se editais nos lugares públicos.

Manoel Fernandes dos Santos

Juiz de Direito da Vila de São Sepé

Rio Pardo, 15 de Outubro de 1833.

Fonte: Instituto Histórico do Rio Grande do Sul.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Homenagem

Essa é apenas uma pequena homenagem há um dos maiores cantores e compositores brasileiros que na semana passada completou 70 anos de idade e 50 de carreira... Milton Nascimento (Rio de Janeiro, 26 de outubro de 1942) é um cantor e compositor brasileiro, reconhecido mundialmente como um dos mais influentes e talentosos cantores e compositores da Música Popular Brasileira.Mineiro de coração, tornou-se conhecido nacionalmente, quando a canção "Travessia", composta por ele e Fernando Brant, ocupou a segunda posição no Festival Internacional da Canção, de 1967. Tem como parceiros e músicos que regravaram suas canções, nomes como: Wayne Shorter, Pat Metheny, Peter Gabriel, Gal Costa, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Elis Regina. Em 1998, ganhou o Grammy de Best World Music Álbum in 1997. Foi nomeado novamente para o Grammy em 1991e 1995. Milton já se apresentou na América do Sul, América do Norte, Europa, Ásia e África. Também conhecido pelo apelido de Bituca, nasceu no Rio de Janeiro, filho de Maria Nascimento, uma empregada doméstica muito humilde, que foi mãe solteira. Tentou criar Milton, o registrou e o levou para a casa dos patrões, mas foi demitida e viu que não poderia criá-lo tamanha miséria a qual vivia. Sofrendo muito, entregou o filho para um casal rico criar. Milton, então, foi adotado. Sua mãe adotiva, Líliam Silva Campos, era professora de música. O pai adotivo, Josino Campos, era dono de uma estação de rádio. Mudou-se para Três Pontas, em Minas Gerais, antes dos dois anos e aos treze anos já cantava em festas e bailes da cidade.

domingo, 28 de outubro de 2012

Imagina na Copa!

Dias desses, assistindo TV, vi uma propaganda de uma cervejaria cujo tema era a Copa do Mundo de 2014. Pra quem ainda não viu, ela dizia que não era para os pessimistas se preocuparem, pois o Brasil é o país do futebol e das festas, então, é só colocar uma bola pra rolar e umas mulatas sambando que faremos o melhor mundial de todos os tempos.
Não sei você, leitor, mas minha vida no Brasil não é festa o tempo todo. Aliás, aqui temos pouco a comemorar. Temos a maior carga tributária do mundo e cada brasileiro trabalha 150 dias no ano somente para pagar impostos. No momento que escrevo este texto, o Impostômetro, uma espécie de "placar" que contabiliza os impostos pagos, já está na casa do R$1.240.030.000.000,00. O governo arrecada, por segundo, R$47.000,00 só com os tributos.
Aeroporto de Hong Kong
Certa vez, em seu stand up Danilo Gentili disse que o Brasil é o único país no mundo em que o cidadão é roubado duas vezes. A piada é dos tempos da Guerra Fria, mas ainda se enquadra em nosso cotidiano. Ela diz que, nos países capitalistas, o povo é explorado pelas empresas; nos socialistas, pelo governo. No Brasil, acontecem os dois casos. Você paga impostos para ter uma rede de saúde de qualidade, mas se quiser ser no mínimo atendido, precisa pagar um plano de saúde particular. Você paga para o governo te oferecer segurança, mas se quiser se sentir minimamente confortável, tem de equipar sua casa com muros altos, cerca elétrica e câmeras de segurança. Você paga tributos para ter rodovias de qualidade, mas se quiser viajar sem muitos baques, tem de pagar pedágio em uma estrada administrada por uma empresa particular. Você paga impostos para ter uma educação de qualidade, mas se quiser que seu filho tenha chances em uma boa universidade, tem de pagar (de novo!) por uma escola particular.
Aeroporto de Seul
Isso sem contar que nem os estádios para a Copa estão prontos. Faltando menos de um ano para a Copa das Confederações, algumas arenas estão tão atrasadas que nem participarão deste teste; alguns apostam que ficarão prontas para a Copa do Mundo após gastos exorbitantes. Além disso, precisamos também de bons aeroportos, alojamento e meios de transporte para os turistas, o que definitivamente não temos e dificilmente será feito até o mundial.


Aeroporto de Singapura
Alguns aeroportos foram privatizados para sofrerem melhorias até a Copa: atestado de incompetência do governo, incapaz de administrar aquilo que criou. Eles terão, no máximo, sua capacidade de embarque e desembarque aumentados, frente ao pouco tempo para reforma. As filas de atendimento estarão ainda maiores nos dias de jogo. Hong Kong, Seul e Singapura, que não receberão grandes eventos nos próximos anos, têm aeroportos com atrações turísticas, shoppings centers e até trens para levar o passageiro de uma estação embarque à outra.
Cidades como Rio de Janeiro e Natal recebem um fluxo grande de turistas, independentemente da época do ano. Mas outro problema relacionado à Copa aparece em cidades como Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre e São Paulo, que não possuem tantas atrações turísticas e, por isso não têm tantos leitos disponíveis para receber os estrangeiros. Porém, o problema não é só esse. Mesmo que essas vagas em hotéis fossem criadas, ficariam inutilizadas após a Copa, já que tais cidades não são alvo de um número alto de viajantes em outros períodos.
Rede do metrô londrino
A Olimpíada de Londres foi um exemplo no quesito transporte público. O famoso metrô londrino não falhou com o número extra de passageiros. Já no Brasil, não existe projeto para a construção deste, já que é muito caro. Os governantes optaram pelo BRT, uma faixa de ônibus com destino aos estádios. O estrangeiro não, mas o brasileiro conhece a superlotação dos veículos em dia de jogo. Se está assim no Campeonato Brasileiro, imagina na Copa!
Mais um defeito da Copa do Mundo no Brasil: a localização dos estádios. Sem contar a dificuldade de mobilização já citada, o que faremos, após o mundial com um estádio na Amazônia? E o do Pantanal? Quem acompanha minimamente futebol sabe que temos grandes públicos no Rio, São Paulo, BH, Porto Alegre, Salvador e Recife. Aí mandam construir um estádio em Brasília, no Pantanal e na Amazônia, fora os que tradicionalmente recebem um público mediano, como Arena da Baixada (Curitiba), Castelão (Fortaleza) e Arena das Dunas (Natal).
Após tantos fatos e argumentos, termino meu texto com uma reflexão a você leitor:
Se o Brasil já tem tantos problemas agora, imagina na Copa!

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Homenagem a quem já foi criança

            Quem já foi criança há um tempo,vai saber o que é curtir a vida e ser feliz de verdade, vai entender que internet, celular, tablet e outras tecnologias não faziam a menor diferença. E o que tinha importância era brincar na rua, de pula corda, esconde-esconde, rouba bandeira, queimada, peteca, futebol, bolinha de gude, amarelinha entre outras.
   Antigamente as ruas eram menos perigosas não existiam drogas como hoje, e a violência não era de assustar, o máximo que nos assustava era “O Homem do Saco” ou os monstros que moravam embaixo de nossas camas quando aprontávamos. Nessa época o que mais marcou nossa infância era poder sentar no colo do papai e da mamãe para ouvir historias, experimentar as novas receitas da vovó, e ajudar o vovô a concertar nossos brinquedos.
   Quando ganhávamos um real de algum familiar, era a mesma coisa que ganhar o mundo, íamos à padaria e comprávamos o máximo de doces que o dinheiro permitisse, depois saiamos de lá com um sorriso estampado no rosto.
    Nós crianças de antigamente nos contentávamos com pouca coisa, um abraço, um beijo, uma palavra bonita já nos deixava felizes e as crianças de hoje, vamos combinar só pensam em presentes. Por isso, nesse dia 12 de outubro de 2012, vamos tentar recuperar os valores que aprendemos quando crianças em nossas famílias.
    Pra vocês crianças, jovens, adultos, idosos, um lindo e maravilhoso DIA DAS CRIANÇAS.


ESSAS QUATRO CRIANÇAS ABAIXO SÃO OS AUTORES DO BLOG DE PINDAÍBA DO NORTE:


                    
Ana Luísa Guimarães



Matheus Ribeiro



                                                           
Leandro Deferias



                                         Rubens Silva
   

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

ELEIÇÕES!

ELEIÇÕES EM SETE LAGOAS DEU LÓGICA. QUANTO À JUSTIÇA...

Eleições de Sete Lagoas: lógica e, quase, justiça! Com muita satisfação, passei o domingo de eleições ao lado de Walter Jardim, Márcio Vicente e a simpática equipe da TV Centro Minas, comentando, divulgando e analisando o novo quadro político que se desenha para o próximo ano em Sete Lagoas. Quando à eleição para Prefeito, nenhum surpresa: qualquer cidadão, por mais tendencioso que seja, percebia que o caminho era a eleição de Márcio Reinaldo e Ronaldo João. Foi uma campanha tão tranquila que houve quem comentou que o deputado trouxe munição para matar um dragão e teve que atirar em um bem-te-vi. Não deixa de verdadeira essa percepção, não por incompetência dos outros candidatos. Entendo que Múcio Reis, Emílio de Vasconcelos e Caio Valace são cidadãos merecedores dos maiores méritos. Entretanto, não se faz política sem dinheiro. A falta deste compromete todo um planejamento, cria insatisfações internas e acaba levando uma coligação ao colapso. Eles até mantiveram com altivez a dignidade de irem até o final. Só que é perceptível o erro de cálculo dos dirigentes das campanhas. Ou eles calcularam mal, ou acreditaram em verbas que não chegaram. Fato é que, pela seu histórico como Deputado de cinco mandatos, Márcio Reinaldo merecia uma briga mais acirrada. Bom que se diga, isso não depende do candidato, mas do projeto de campanha e de governo que se apresenta. E o legislativo? Aí, uma palavra sem tendência precisa ser levantada. É um momento para muitos políticos começarem a repensar seus conceitos. Um cidadão não muda princípios, mas muda conceitos. Tem-se notícia de vereadores que construíram todo o montante para suas campanhas para reeleição somente com dinheiro tomado descaradamente de funcionários da Câmara Municipal. É evidente que não se pode provar. Também ninguém tem coragem de afirmar quais os vereadores que fazem essa prática, afinal são muito experientes e espertos; não dão mole. E os funcionários idiotas que aceitam essa prática pensam que estão sendo beneficiados pelo fato de terem encontrado um emprego. Isso é crime. Crime que não pode ser punido, pois se não há prova praticamente não há crime. A única punição que se pode dar é nas urnas. Só que isso é um assunto desconhecido pelos eleitores. Só os jornalistas chatos e independentes falam sobre esse assunto. E pior: ainda têm a atenção chamada pelos líderes dos órgãos de imprensa. Uma lástima! Nem mesmo podemos afirmar que as urnas fizeram justiça, pois vereadores que não se reelegeram podem não ser adeptos a essa prática, assim como alguns dos seis que se reelegeram podem dela serem amantes. Dessa maneira, o negócio é o povo fiscalizar, e passar a acreditar em pessoas de bem. Aí, já é uma outra história: a nova câmara me parece ter muitas pessoas de bem. Não se deve falar em nomes porque seria cometer injustiça com alguns. Agora, os 17 vereadores eleitos são tão melhores que a câmara anterior, que o mal dificilmente vai conseguir superar o bem, já que este será muito maior nos próximos quatro anos. O negócio é acreditar! Assim, vive-se melhor, posto que todos são honestos e bons, até provarem o contrário...

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Falta de Respeito

É impressionante vermos que depois de uma eleição a cidade em que moramos fica em um estado de precariedade, com santinhos e propagandas políticas espalhadas pela rua, uma tremenda falta de respeito e consideração pelos moradores que pagam para que as ruas fiquem limpas e conservadas. Temos que agir nessas situações pois poluir as ruas com santinhos é crime.

sábado, 6 de outubro de 2012

Eleições 2012- A escolha é sua

Em uma democracia as eleições são muito importantes, pois possibilitam a escolha de representantes e governantes que fazem e executam leis que interferem diretamente em nossas vidas. Se escolhermos bem teremos bons políticos e os benefícios, mas se escolhermos mal teremos maus políticos e bastante dor de cabeça, desta forma, é preciso dar mais valor a política e acompanhar com atenção e critério tudo que ocorre em nossa cidade. Sabemos que existem políticos ruins, mas existem sempre os bons, por isso acompanhe em sua cidade as propagandas eleitorais, os comícios e tudo o que os candidatos estão fazendo, pois assim você terá a oportunidade de escolher o candidato que fará melhor por sua cidade.

É assim que funciona!

Colaboração: Etevaldo Vilela, de Caetanópolis-MG

OPORTUNIDADE D ESTUDO


INFORMATIVO

UAB SETE LAGOAS/MG

ESTÁ ABERTO O EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2012 PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA E LICENCIATURA EM QUÍMICA PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA – UFJF

Ainda para o 2º semestre de 2012 o Polo UAB Sete Lagoas irá oferecer novamente os cursos de Licenciatura em Matemática e Licenciatura Química. Haverá dois tipos de vagas: 1) PARFOR, para professores dos sistemas públicos em efetivo exercício com pré-inscrição na Plataforma Paulo Freire do Ministério da Educação (http://freire.mec.gov.br), validadas pela Secretaria de Estado da Educação e Secretaria Municipal de Educação; 2) Demanda Social, para candidatos que tenham concluído o Ensino Médio ou equivalente até o final do período previsto para as inscrições. Abaixo as informações:

CURSOS DE GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA E QUÍMICA

SOBRE OS CURSOS

Modalidade: à distância

Polo presencial: Sete Lagoas/MG

Período: 04 anos

Nº de Vagas: 35 vagas para o curso de Matemática (sendo 19 pelo PARFOR e 16 pela Demanda Social) e 30 vagas para o curso de Química (sendo 19 pelo PARFOR e 11 pela Demanda Social).

Informações: http://www.cead.ufjf.br

PROCESSO DE SELEÇÃO

O Processo Seletivo Vestibular 2012 será realizado em UMA ETAPA, sendo as provas aplicadas no dia 11 de novembro de 2012 nos horários:

9h às 12h – Biologia, Física, Geografia, História, Matemática e Química

15h às 18h – Língua Portuguesa e Literaturas e redação

INSCRIÇÃO PARA O VESTIBULAR

Período de Inscrições: de 28 de setembro a 09 de outubro de 2012

Local de inscrição: exclusivamente pelo site www.vestibular.ujf.br/

Etapas de inscrição: preencher o formulário com seus dados completos e enviá-los eletronicamente, efetivando, assim, o seu cadastramento; imprimir o boleto bancário correspondente à taxa de inscrição no valor de R$50,00 (cinquenta reais); providenciar o pagamento deste boleto até o dia 09/10/2012; retirar o Comprovante Definitivo de Inscrição no site www.vestibular.ufjf.br, no dia 07/11/2012.

CRONOGRAMA

- Inscrições: 28/09 a 09/10/2012

- Gabarito das provas objetivas: 12/11/2012

- Nota da redação: 21/11/2012

- Divulgação do resultado final: 27/11/2012

- Matrículas: 28 e 29/11/2012

O Edital completo do processo seletivo está disponível em:


INFORMAÇÕES:

POLO DE APOIO PRESENCIAL UAB SETE LAGOAS/MG

Av. Prefeito Alberto Moura, 1.111 / Bairro: Cidade Industrial

Coordenadora do Polo: Juliana Redoan

Secretárias: Mariana e Vânia

Apoio Pedagógico: Thaís Dayrell

(31) 3772-6289/3773-0424 - contatosuabslmg@yahoo.com.br