sexta-feira, 22 de maio de 2015

Documentário Apagando Papai


Borrando a Papa (Apagando Papai) é um documentário produzido e proibido na Argentina por meio de seus órgãos de censura totalitária. Seu conteúdo expõe de forma clara toda a tristeza dos pais e crianças argentinos que passam pelas mãos do estado, cujas políticas são “melhoradas” por ideólogos de gênero com uma visão de mundo extremamente distorcida e abertamente ligada a misandria.
O documentário é dividido entre os depoimentos de cinco pais impedidos judicialmente de conviver com seus filhos depois de separações conflituosas e o registro de vários ideólogos de gênero que se vangloriam alegremente de como maltratam os pais argentinos.
O filme mostra verdade nua e crua do povo argentino nas mãos de um governo totalitário. Qualquer relação futura com A Casa Da Mulher Brasileira e o documentário são mera coincidência.